19 de fevereiro de 2012

Minha [péssima] experiência com a Glossy Box


Tudo começou na tarde do dia 06/09/2011, enquanto eu fazia a unha na sala: Em uma reportagem do Mundo S/A da Globo News, vi uma reportagem (que não consigo encontrar o link do vídeo) sobre uma empresa que já fazia sucesso mundo afora e que estava chamando a atenção no Brasil: A Glossy Box.

A Glossy Box, explicavam eles, era uma empresa que vendia caixas com miniaturas e alguns produtos em tamanho real das marcas que estariam despontando no mercado ou com lançamentos, para que as consumidoras mais antenadas pudessem experimentá-los em primeira mão. Achei a proposta muito boa, afinal, quem não quer ser a primeirona a ter uma cor de batom baphonica ou um rímel mega legal? Além disso, as empresas teriam um feedback melhor de seus produtos, uma vez que as consumidoras poderiam opinar mais rapidamente, dando assim, mais tempo de adequar produtos, marketing, etc.

Sabe um jogo de ganha-ganha, então, era isso que parecia.

Não perdi meu tempo, entrei no site e fiz meu cadastro. O site estava instável, mas imaginei que a causa fosse o grande número de acessos por conta da reportagem. De qualquer forma, consegui fazer a minha assinatura.

E eu estava ansiosa, viu???? Mas consegui me controlar e esperar a data prevista. A caixa não veio. Daí, percebi que a empresa cresceu monstruosamente e que não teve estrutura para comportar esse crescimento. Esperei mais um tempo e nada da caixa. Daí resolvi ligar lá em meados de novembro (e os débitos em meu cartão de crédito acontecendo), mas o telefone só chamava. Até que perto do final do mês, consegui ser atendida e cobrar minha caixa de outubro. A atendente, sem muita vontade, disse que os problemas de entrega já estavam sendo resolvidos e a caixa de outubro chegaria em novembro (duas caixas chegariam).

Quando recebi o código de rastreamento, percebi um erro no site dos Correios e liguei lá. Fui informada que o carteiro havia sido assaltado e que eu deveria entrar em contato com Glossy para avisar o ocorrido. Dessa maneira, minha caixa seria reenviada e a Glossy também receberia o reembolso (foi isso que a atendente dos Correios me disse). Liguei na Glossy Box e a atendente prometeu o mundo e também prometeu me mandar as duas caixas novamente. Fiquei aguardando toda contente, afinal, nem estava sendo difícil resolver o problema. E eu esperei.... Quando vi que nada seria resolvido, mandei e-mail explicando tooooda a história. Nem se deram ao trabalho de me responder.

Fui então para a página deles no Facebook. Nesse momento, perdi meu chão: enxurradas de reclamações, uma mais cabeluda que a outra! Falta de respeito com as consumidoras, cobranças duplicadas, caixas que não chegavam, venda de amostras grátis... O inferno criado por Dante era mais agradável do que o que eu estava vendo.

Comecei a ficar preocupada, uma vez que a empresa Glossy Box estava longe de parecer idônea! Insisti em mandar e-mail e olha a resposta que recebi:

Bacana, né? Erro de português e descaso! 

Chocante, né? Quando recebi isso, empalideci! Que atendimento horroroso!
Liguei no Procon e lá eles tiraram todas as minhas dúvidas e deixaram claro que a empresa estava agindo de má fé, que se eles contrataram os Correios, eles deveriam se acertar por conta do roubo e eu não poderia ser onerada por isso!

Me acalmei e entrei no Facebook para reclamar as duas caixas e perguntar se realmente era essa a conduta da empresa: tratar as clientes como otárias. Não passou meia hora e uma tal de Denise, que se apresentou como gerente de relacionamento ou marketing, sei lá, me ligou, pedindo mil desculpas e prometendo as 2 caixas. Não acreditei muito, mas aceitei.

Daí chegou a caixa de dezembro. Uns dias depois, chegou a caixa de outubro e nada da de novembro.  Não fiquei nada contente com os conteúdos. Afinal, pra que eu iria utilizar tanto protetor solar? Fora que, olhando as notas fiscais, percebi que eles cobram sim pelas amostras grátis. Cobram valores pífios, mas cobram. Portanto, eles VENDEM amostras GRÁTIS!!! Quando fiz meu cadastro, lá falava que eles enviariam miniaturas (mas depois eles mudaram o texto do site na surdina falando que poderiam enviar amostras, saca?)
Fora a caixa de Minesol FPS 70  que é full-size (na parte inferior da foto), recebi 7 amostras GRÁTIS de protetor solar. A da Eucerin, mal dá pra passar no rosto todo, de tão pouco que tem na amostra. Como é que vai dar pra testar?

Tentei ligar e mandar e-mail: falava com um e nada, falava com outro e nada... Daí, me cobraram a caixa de janeiro. Putz. Fiquei louca da vida. Já antevi a caca acontecer. Quando chegou a caixa de janeiro, mais uma decepção com os produtos: mais amostras grátis de protetor solar, um creme em spray e óleo com arnica (oi?).
Pelo menos dá pra testar....

Eu já estava tão louca da vida que já estava com todos os e-mails reunidos, pronta para entrar em contato com o Procon e resolver de uma vez por todas a querela. Mas daí resolvi reclamar mais uma vez no Facebook: Com um mar de reclamações sobre a entrega da caixa de janeiro e eu reclamando da de novembro, me senti uma pata. Um tempinho depois, recebi a ligação de uma tal de Vanessa, que prometeu a caixa atrasada. Eu disse que não acreditava mais na palavra da Glossy Box, que estava com toda a documentação pronta para acionar a empresa no Procon e que eu queria meu cancelamento imediato. A Vanessa tentou mostrar que ‘puxa, sério que você vai cancelar?’, mas nem colou comigo, eu estava espumando de raiva.

Minha assinatura foi mesmo cancelada. No mesmo dia. Espero não ter nenhum débito a mais, senão, vou com tudo no Procon e vou pedir indenização.

Hoje chegou a caixa de novembro. Veio um produto bacana. Mas nada emocionante. O melhor é que estou livre dessa roubada monstruosa. L-I-V-R-E.

Fuja da empresa. MESMO! Não vale a pena passar nervoso por conta de amostras grátis. Com o valor pago, vou a uma loja e compro um produto que já sei que gosto e que será bom pra mim.

Decepção Glossy Box, decepção.

Produtos em tamanho real: A base veio na cor certa, o batom é um marrom estranho, o protetor solar foi bom pra minha mãe e o creme é bem melequento, mas bom pro pé! E olha que eu ainda tive sorte, pois nas minhas caixas sempre vieram produtos em tamanho real. Muita menina nem isso teve!

Esse sabonete para o rosto é encontrado facilmente em qualquer farmácia. Novidade não é, né? E mesmo que fosse, como testar se é bom com uma amostra grátis de 5ml?


Esta é uma publicação do Gaborin Gaboriela. Se você leu em qualquer outro lugar sem os créditos, ele foi surrupiado sem autorização! Avise-me!

2 comentários:

  1. tambem fiz um post falando sobre pq nao assinar a glossy, leia http://www.amostrasgratisebrindesgratis.com/2012/02/10-motivos-para-voce-nao-assinar.html

    ResponderExcluir
  2. Putz, que chato isso... empresas espertinhas tem aos montes por aí! :-/

    ResponderExcluir

Opinem, desabafem, reclamem, etc... Mas vamos ser finos, ok?
Comentário deselegante, agressivo ou que não traga nada de bom aos leitores não será aprovado!
Se a sua opinião for contrária à minha, terei prazer em publicar, mas desde que você use bons argumentos e não ataque ninguém, direta ou indiretamente.
Beijinhos na alma!
Gabi